quarta-feira, 7 de julho de 2010

honeynuts.


Algo me falta. Algo em que me segurar. Algo em que me apegar. Algo pra correr atrás. Algo pra sonhar. Algo pra viver.
Falta... Sinto um vazio, não sei do que, não sei de onde... só sinto.
Meus sentimentos mudaram, não sinto mais aquela coisa que sentia. Mas logo passa, assim espero.
Estou de férias, semana que vem vou pra casa... Talvez passando uns dias lá meu sentimento volte a ser como era; acho que uma saudade vai fazer bem.
Preciso passar uns dias sem ouvir reclamações, sem ouvir que sou ruim em alguma coisa ou quase em tudo.
Minha auto estima tá lá em baixo mesmo. Ando extremamente insegura mesmo.
Mas me diz... como não ficar assim?
Queria ser uma pessoa legal, que te orgulhasse e que te fizesse feliz por estar junto.
Não sinto nada disso.

Anyway... Não preciso me sentir lá no chão, ninguém tem o direito de me deixar assim, então... GO!

Estou de férias, quero muito o emprego no HSBC, mas tô com medo desse excel agora... ARGH!
O clima de Curitiba está ótimo. Hoje de manhã estava tudo tão bonito. Frio, com o sol ainda preguiçoso, mas já quente... As árvores sem folhas e as árvores que restam alguma cor, são cor de rosa. Lindo. Gostoso. Eu gosto de morar aqui. Adoro a região que moro. Minha rua é arborizada, tenho tudo perto, tem uma praça bonita, tem uma ciclovia, é bonita, é boa...
Curitiba é uma cidade maravilhosa e agradeço por poder morar aqui :)
Ontem passei na frente da minha antiga casa e deu uma nostalgia, uma sensação de vida nova e estudos. Lembrei de todo o começo, das amizades, das risadas, da empolgação... deu saudade.
Minha vida mudou muito em apenas um ano fora de casa.
Aliás, esse mês está fazendo 1 ano. 1 ano de vida nova. Rápido, muito rápido.
É difícil, doloroso e tudo mais... Mas não adianta, quando coloco uma coisa na cabeça não sossego até realizar. E assim vou até o fim.
Queria aproveitar um montão minhas férias, mas acabam loguinho. Claro que, minhas aulas não vão ser aulas normais. Não vou cursar o próximo período porque vou mudar de turno, então, irei fazer umas 2 ou 3 matérias a noite.
Quero terminar de ler os meus livros. Estava lendo três - A Cabana, de William P. Young; As Intermitências da Morte, de José Saramago e A Última Música, de Nicholas Sparks - Mas não consigo mais tirar os olhos desse último.
Conta a estória de uma jovem que passou três anos sem falar com seu pai, até que um dia sua mãe a manda, junto com seu irmão mais novo - que por sinal, é uma figura e quando aparece não tem como não rir - passar as férias de verão na casa dele. Ronnie é uma menina cheia de probleminhas com a polícia, pois tinha um vício por roubar coisas. Tocava piano, mas depois que seu pai saiu de casa não tocou mais. Julga seu pai por te-los abandonado e assim, criou uma enorme decepção e raiva por ele. O enredo rola em cenário lindo, nas Carolinas, visto assim, não é tão "civilizada" como NY. A casa de seu pai é em frente a praia, mas Ronnie está odiando estar lá em vez de estar com seus amigos. Logo quando chega sai para caminhar e para em um jogo de vôlei; tomando um refrigerante, Ronnie nota os meninos bonitos do time, dando atenção para as meninas bonitas - como em qualquer cidade, a tal da panelinha dos "pops". Decide ir embora e bem na hora a bola vai em direção a ela, fazendo com que um dos jogadores esbarre nela, derramando assim, todo o seu refrigerante em sua camisa. Ronnie vai embora indignada e conhece Blaze, uma menina mais problemática que ela, mas logo viram amigas. Ronnie acaba tendo sérios problemas com Marcus, namorado de Blaze. Em um desses problemas, Blaze cria uma confusão enorme, metendo Ronnie na mira da polícia novamente. Enquanto rola a estória, Ronnie se aproxima cada vez mais de seu pai, Steve. Vai vendo o quanto ele mudou e o quanto a ama. Talvez o que ela sente por ele, não fosse necessário. Um dia, cuidando de um ninho de tartarugas silvestres, Ronnie conhece o jogador que a derrubou refrigerante, Will... Aí, chega de contar.
Livro super gostoso de ler, estória muito boa e filme estrelado por Miley Cyrus.
Não consigo parar de ler. Sinto uma vontade enorme de ler ele inteiro em uma tarde. Mas tenho coisas a fazer. No caso, hoje estudar excel... E é bem isso que irei fazer agora... hunf.



Love, Andie.

Nenhum comentário:

Postar um comentário