sábado, 27 de novembro de 2010

bem na real...




Podia ser tudo simples
mas você prefere dificultar
Amar você é como uma batalha
E nós dois terminamos com cicatrizes
Diga-me, quem eu tenho que ser
para ter um pouco de reciprocidade?
Ningém te ama mais do que eu
e ninguém nunca amará

Não importa o quanto eu ache que crescemos
você sempre parece me deixar
saber que não está dando certo
não está dando certo
E quando eu tento ir embora
você se machuca para me fazer ficar
isso é loucura
isso é loucura

Eu continuo deixando você voltar

Como eu posso me explicar
o quanto doloroso isso tem sido?
Eu apenas não posso estar com mais ninguém
Veja, eu sei o que temos que fazer
você deixa passar e eu também
porque ninguém me machuca
mais do que você e ninguém nunca machucará
Não importa o quanto eu ache que crescemos
você sempre parece me deixar
saber que não está dando certo
não está dando certo
E quando eu tento ir embora
você se machuca para me fazer ficar
isso é loucura
isso é loucura

Nenhum comentário:

Postar um comentário